Arquivo para Tag: mercado

Posts

Dinheiro no mercado futuro! Saiba os conceitos e quanto pode ganhar

Dinheiro no mercado futuro! Saiba os conceitos e quanto pode ganhar

 

O Mercado Futuro, é literalmente, uma negociação de contratos para venda ou compra em uma data futura. Se negocia uma ação, usando o home broker ou outra plataforma de negociação.

Existe um lote mínimo de contratos que você deve negociar e é tão simples quanto comprar ações. Aqui você pode ganhar dinheiro com sua valorização ou ter perdas com sua desvalorização.

Traduzindo: se vender um contrato futuro de bois para alguém, serei obrigado a vender tantos bois a um preço acordado e daqui a um tempo. E, se nessa data, o preço subir, eu não vou poder vender mais caro.

 

Vender ou comprar?

Se você compra ou vende no mercado futuro, assume posição de comprado ou vendido, dependendo a estratégia.

Na posição comprado, lucra com a alta na cotação do ativo e perde quando há queda no preço.

Na de vendido, lucra com a queda na cotação do ativo e perde quando há alta no preço.

 

Vantagens

Se produzo algum produto, tenho despesas no futuro já programadas. Mas o preço de venda, pode variar. Se cair muito no futuro, não vou conseguir pagar minhas dívidas, certo? A ideia aqui é reduzir um pouco os lucros, mas ter certeza que o dinheiro virá, minimizando riscos.

É bom para quem adquire o contrato, pois pode se beneficiar, caso o produto suba muito. E bom para quem vende, já que não quer perder muito no futuro. É uma certeza firmada hoje, para não ter surpresas depois.

Existem contratos futuros com operações físicas, como venda de bois, sacas de café e outros, e também de índice e dólar, no qual a liquidação não é física.

Também é interessante, pois não precisa carregar sua posição até o fim do contrato. No mercado futuro os preços são ajustados sempre. Então, se o valor de um contrato futuro que acabou de comprar subir, pode vender com lucro, no dia seguinte ou no minuto seguinte. A agilidade é um benefício aqui.

Ah!.. não precisa de muito dinheiro! Aqui, não é necessário ter o valor total dos contratos em caixa. Você paga a Alavancagem (Operar com dinheiro emprestado, ou com o que não se tem. Os lucros e prejuízos são multiplicados pelo tamanho da Alavancagem.). Ex: Para o derivativo de US$10 mil para o minicontrato do dólar, bastam R$ 100 ou menos. No dia seguinte, ao encerramento da posição, é descontado um valor desta margem se houve prejuízo, ou adicionado valor se houve lucro. Isso é o Ajuste Diário.

 

Urso e Touro

Os vendedores são chamados de ursos ou bears em inglês. O urso ataca com uma patada, empurrando a vítima para baixo.

Já os compradores são os touros ou bulls, porque o touro chifra e joga o seu alvo para cima, chamado de mercado altista. Por isso há uma escultura de um touro em Wall Street, nos Estados Unidos.

Ex. de atuações

Será um urso quando a análise que fez lhe mostra que o mercado vai cair e você vende seu contrato ou minicontrato.

Será um touro quando sua análise apontar que os minicontratos vão subir e faz a compra. Espera e quando o valor de mercado dos minicontratos estiver bem alto, vende para obter lucro.

 

Quanto posso ganhar?

Existem vários tipos de contratos futuros. Vou te dar alguns exemplos dos mais comuns.

No contrato futuro de dólar cheio são R$ 50 reais por ponto. Como o lote é sempre de cinco contratos cheios, cada ponto para cima e para baixo equivale a um lucro ou a um prejuízo de R$ 250;

 

No minicontrato futuro de dólar, são R$ 10 a cada ponto. Se eu comprei três contratos, multiplico por três.

 

No contrato futuro de índice cheio, é R$ 1 por ponto, mas ele só anda de cinco em cinco pontos e só pode ser negociado de cinco em cinco contratos (lote padrão). Então, cada oscilação de cinco pontos, se ganha ou perde R$ 25.

 

No minicontrato de índice, cada ponto são R$ 0,20. Dá para negociar um por vez, mas a pontuação é de cinco em cinco, a cada movimento, ganha-se ou perde-se R$ 1. Se for mais de um contrato, multiplicar pelo número de contratos futuros operados.

 

Como começar?

 

Antes de abrir uma conta em uma corretora e começar a operar em mercado futuro, vá mais devagar. O fato de precisar de pouco dinheiro, principalmente no Day Trade, pode ser uma cilada.

Operações alavancadas dão lucro, mas uma queda numa operação comprada, em poucos pontos pode levar toda a sua margem de garantia.

Então, primeiro, aprenda!! Antes de investir no mercado futuro, estude. Faça um curso que ensine a operar de forma profissional na bolsa de valores.

Há muitos detalhes envolvidos em mercados futuros e para ser bem direto, da para ganhar muito dinheiro, principalmente no Day Trade!

Para quem deseja operar, ganhar dinheiro e não colocar seu próprio dinheiro em risco, há uma maneira!

A Atom está disponibilizando até este sábado, dois planos. O treino livre é para quem deseja aprender e treinar para ser um Trader, com avaliação inclusa. O que significa? Se você passar, opera com o dinheiro da Atom e ganha os lucros!

Para quem já opera, basta fazer uma avaliação, que também está aberta até dia 26, sábado. Após esta data as vendas dos planos estarão fechadas e só serão abertas novamente quando houverem novas vagas para o nível Júnior na mesa real.  Saiba mais em www.atomeducacional.com.br.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Principais termos do Mercado de Opções. Fique afiado com o glossário Atom!

Principais termos do Mercado de Opções. Fique afiado com o glossário Atom!

Nessa semana abordamos o Mercado de Opções. Quero lembrar que a Atom está contratando Traders para operar em Opções, com o dinheiro da Atom, mas com lucros de 80% para você! Ou seja, sem colocar seu dinheiro em risco, mas ganhando dinheiro! Acesse www.atomeducacional.com.br. São 50 vagas!

Para você ficar ainda mais afiado, vai um glossário infalível.

Titular: é o comprador do contrato de opção no mercado, aquele que adquire o direito de comprar ou de vender a opção;

Lançador: é o vendedor, o investidor que vende um contrato de opção no mercado, aquele que cede os direitos ao titular, assumindo a obrigação de comprar ou de vender o objeto da opção;

 Opção de Compra ou Call

Nesta, o lançador é o vendedor e possui a obrigação de vender o ativo-objeto no preço predeterminado, no vencimento acordado.

E o titular, que pagou o prêmio, adquire a opcão de comprar por um preço combinado em um prazo combinado por ambos.

Opção de Venda ou Put

Aqui, o vendedor é o titular, que pagou o prêmio para ter o direito, mas não a obrigação de vender. E o comprador é o lançador, que tem a obrigação de comprar por um preço combinado em um prazo combinado por ambos.

Data de exercício ou vencimento: último dia no qual o titular pode exercer seu direito de comprar ou de vender. Neste dia o contrato de opção perde o seu valor de mercado – a opção vira pó.

Ativo-objeto: é o bem, a mercadoria ou ativo que se está negociando. Ex: Lote de ações.

Prêmio: é o valor pago pelo titular ao lançador da opção para ter direito de comprar ou de vender o objeto da opção.

Preço de exercício (strike): preço combinado do ativo-objeto do contrato de opção.

BM&F –  a data é sempre na quarta-feira mais próxima do 15º dia de cada mês para opções de Índice.

Bovespa – a expiração acontece sempre na 3º segunda-feira de cada mês. Somente durante ou na data de vencimento é que se pode exercer o direito de acordo:

Europeia

Neste tipo, o exercício pode ser feito somente no vencimento do prazo do contrato.

Americana

O direito pode ser feito a qualquer momento do lançamento ao vencimento.

No Brasil: é comum utilizar a opção americana para as Calls e europeia para as Puts.

Posição: É o saldo resultante de uma ou mais operações com opção da mesma série, realizadas em nome de um mesmo investidor, por meio de uma mesma corretora. Dependendo da natureza do saldo, a posição será de lançador ou titular.

Bloqueio de Posição: É a operação que o lançador impede o exercício sobre parte ou a totalidade de sua posição, mediante prévia compra de opção da mesma série anteriormente lançada.

Série: São opções do mesmo tipo (call ou put) referentes ao mesmo ativo objeto, tendo a mesma data de vencimento e o mesmo preço de exercício.

Codificação das Opções

São sete posições:

– As 4 primeiras referentes ao código do ativo no mercado à vista;

– A quinta letra indica se é uma opção de compra ou de venda e o mês de vencimento (de A a L é opção de compra e de M a X é opção de venda, sendo que A e M referem-se ao mês de vencimento de janeiro, B e N a fevereiro e assim sucessivamente até L e X, que indicam dezembro);

– A sexta e sétima posições são numéricas e referem-se a série especifica daquela opção(*).

Exemplo:
PETRA30

PETR: código da empresa Petrobras;

A: mês de vencimento, no caso Janeiro;

30: preço de exercício, no caso R$ 30,00(*)

(*) Esses números são geralmente semelhantes ao preço de exercício da opção, mas há exceções. Recomenda-se, sempre verificar o preço de exercício efetivo de uma determinada série antes de se executar uma operação.  (Consulte nos sites da Bovespa ou da CBLC, ou no Boletim de Informações)

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Como ganhar dinheiro no Mercado de Opções. Por Joaquim Paiffer

Como ganhar dinheiro no Mercado de Opções

Por Joaquim Paifer

Como ganhar dinheiro com opções?

Opções, como muitos sabem, podem representar ganhos exponenciais, podem trazer um ganho muito grande para você.

Grandes fortunas foram feitas com Opções. Eu gosto de operar no Mercado de Opções, mais do que no Mercado de Ações. Sei que tem muita gente que ganhou muito dinheiro no Mercado de Opções por entrar no momento correto, com paciência, tranquilidade, e é isso que a gente quer disponibilizar aqui para vocês.

A primeira coisa que a gente tem que saber, é o contexto de Mercado. Bom, estamos com juros no menor patamar da história! E o que isso significa?

Grande parte do fluxo de renda fixa começa a ir para o Mercado de Ações no Brasil, ou seja, aquele cara que tava tranquilão, vai começar a sair dos investimentos tradicionais de renda fixa e vai começar a ir para os investimentos em ações, ou seja, ele vai se expor mais em ações no Brasil.

Então, o que acontece, as ações das empresas no Brasil possuem alto potencial, tanto de rentabilidade e para o curto e médio prazo, e também apresenta uma grande volatilidade em função da liquidez, ou seja, se sair todo aquele caminhão de dinheiro que tem na renda fixa – quase R$ 2 trilhões de reais – mas, se sair R$1 trilhão e for para o Mercado de ações, a gente vai ter uma volatilidade muito grande nas ações e um potencial de materialização dos resultados de valorização muito grande. As ações vão se valorizar, mas quem vai se valorizar muito mais, quem vai apresentar muito mais oportunidades são as Opções.

O que são as Opções?

É um derivativo de uma ação, é como se fosse o índice futuro ou dort, que são

Derivativos. Só que é um derivativo que representa direito ou uma obrigação.  É um direito que você tem, como se fosse um contrato, de você comprar ou vender um determinado ativo a um preço pré-fixado.

Qual seu direito? Quando você compra uma Opção de compra – é o seu direito de comprar aquele determinado ativo a um preço pré-fixado. Você tem o dirito, mas não uma obrigação. Mas, quem vendeu para você, se você exercer o seu direito, tem a obrigação.

Por isso que uma Opção é um direito ou uma obrigação dependendo do lado que você está posicionado. Se você está comprando uma Opção de compra (call), você tem o direito, quem está te vendendo a Opção de compra, tem a obrigação.

No caso de uma Opção de venda (putt), é a mesma coisa. Quem está comprando tem o direito, quem está vendendo tem a obrigação.  É igual para as duas Opções.

Imagina que você tem um imóvel, esse imóvel está sendo vendido por R$ 200 mil reais para você. Chega para o comprador e diz que quer comprar esse imóvel, mas não tem dinheiro para comprar agora.

Você chega para ele e fala que quer uma Opção e que vai pagar um sinal, e se não executar em tantos dias, o negócio não está fechado.

Isso é muito comum no mercado imobiliário, por exemplo, foi lá e deu um sinal para você comprar aquele imóvel daqui a 30 dias por R$ 200 mil reais, se você não exercer o seu direito de comprar aquele imóvel, perde o sinal.

Porque você faz isso?

Ou para ter dinheiro para comprar aquele imóvel ou porque você está vislumbrando que pode comprar, quer ter o direito de compra daquele imóvel e tentar vender mais caro.

Com as ações é a mesma coisa. Você vai comprar uma Opção, que é o direito de comprar aquela ação por um preço predeterminado. Por exemplo, a Vale está a R$ 40 reais agora. Você compra uma opção de comprar a Vale por R$40 reais, daqui a 30 dias. Se a Vale subir para R$ 50 reais, você pode vender suas Opções e realizar o lucro dos R$40 para os R$ 50.

Se você acha que a Vale vai subir mais ainda, pode exercer o seu direito, comprar as ações que estão no mercado por R$ 50 reais, pelo valor acordado de R$ 40, por ter comprado uma opção de compra. Então, quem vendeu a opção para você é obrigado a te entregar a Vale por R$ 40 e você fica com o papel esperando uma valorização maior. Então é um derivativo, que é um direito ou uma obrigação.

No mercado, ele é capaz de produzir ganhos exponenciais, principalmente em posições de Day Trade, porque ele é um pouco mais direcional. Quando você pega uma tendência de alta ou uma tendência de baixa de um determinado ativo você consegue fazer operação direcional e ganhar muito dinheiro com isso, porque as Opções valorizam bastante.

Já vi muito, têm uma volatilidade grande, de 20%, 30%, 50%, 60% ou 70% de valorização ou desvalorização em um único dia. Difícil ver uma Opção fechada e próxima do zero a zero, ou não ter tanta liquidez e movimentações. Você consegue fazer operações mais direcionais.

Exemplo de operação em Opções.

Uma supervalorização de quase 645% da Vale, que aconteceu em poucos dias. Foram pancadas que ela teve em poucos dias, ou seja, transformar o capital não vai ser problema.

Alta de 645% em alguns dias

 

 

 

 

 

Foi bem direcional mesmo, um movimento de queda, depois para um movimento de alta. Isso pode trazer mais segurança, mais resultado e com certeza muito mais lucro.

Baixa e alta direcional

 

Houve 68% de valorização em um único dia, depois 72% de valorização num único dia. Deu quase 30% de volatilidade. Também teve desvalorização, alguns dias de 30% em um dia. Ou seja, oportunidade é o que não vai faltar para operar Opções.

Alta registrada de 72% em um dia

Assista a Sacada de Trader, toda semana com Joaquim Paiffer, que te ensina as próprias estratégias para você operar. Se inscreva no canal do youtube!

OPORTUNIDADES

Você quer operar Opções, sem colocar seu dinheiro em risco?

A Atom é a primeira Mesa Proprietária da América Latina a implementar uma avaliação para quem opera Opções para Day Trade.

Conseguimos fazer isso! Foram testados nos últimos meses o nível de assertividade dos Traders e foi fenomenal.

Principalmente, porque o mercado é um pouco mais direcional, depende mais do desempenho das ações, que realmente apresenta bastante oportunidade e pode trazer resultados realmente significativos e até muito mais fácil para todas as pessoas.

Para nós, é um orgulho muito grande ser pioneiro nesse tipo de coisa, poder dar acesso ao mercado que é mais arriscado, que você não deve operar com o seu capital em função dos riscos que ele representa.

A Atom, com disciplina e seriedade, vai disponibilizar o capita dela para as pessoas operarem, sem risco para elas no mercado, e que realmente pode trazer ganhos muito exponenciais.

Por quê?

A gente conseguiu ver que é o momento certo, está muito mais fácil de operar, e um momento que tem muito mais liquidez.  E é realmente benéfico e bom para esse mercado ser introduzido no Brasil.

Para ter uma ideia, há dois ou três anos, quase não tinha liquidez e só algumas Opções no mercado. Agora como as ações voltaram a estar na moda, voltaram a ter uma perspectiva boa, aí tem bastante liquidez e consegue transformar alguns mil reais em centenas de mil reais.

Tudo isso dá para fazer por meio do plano que a gente colocou aqui sem risco para você, ou seja, a gente vai gerenciar o seu risco, a gente vai gerenciar seus resultados e você não precisa se preocupar em enfiar todo seu dinheiro de uma vez, porque aqui você só vai operar o nosso capital.

O plano de Detroit:

Lote máximo até 25 mil Opções. Financeiro Máximo até R$ 10 mil, com limite de perda diária de R$ 1.500 e perda máxima de R$ 2.500. A meta para ser aprovado é de R$ 7.500.

Testamos, pessoas fizeram essa avaliação e vimos que é super possível. Teve gente que bateu a meta em cinco dias.

No plano, o mínimo é de 5 dias e máximo de 30 dias para bater a meta. Repasse é de 80% dos lucros, com Opções de operações de compra ou venda (calls ou puts).

Oportunidade única, porque está no melhor período de volatilidade do ano, então a chance de rentabilidade é monstra, principalmente agora.

Opera posições sem risco para vocês e são apenas 50 vagas. Estamos contratando Traders de forma restrita. Acesse www.atomeducacional.com.br

Pode operar Opções de Vale, de Petro, Bradesco, Opções líquidas. Temos todas as regras para fazer parte.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores! Mais sobre o Mercado de Opções

Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores! Mais sobre o Mercado de Opções

Parte 2

Ontem, abordamos o conceito do mercado de opções com exemplos práticos, certo?

Hoje (15), vamos entender um pouco mais. Lembrando que às 19h, o Joaquim Paiffer vai dar exemplos práticos de como você realmente pode ganhar dinheiro com o mercado de opções, usando o exemplo da valorização de 75% das ações da Vale, de ontem.

No mercado de opções é possível fazer:

  • Compra de opções de compra (call)
  • Venda de opções de compra (put)
  • Compra de opções de venda (call)
  • Venda de opções de venda (put).

Lembrando que o titular pode perder no máximo o prêmio pago, enquanto o lançador pode enfrentar riscos maiores, já que ele poderá ser obrigado a comprar ou vender, se assim o titular executar.

Qualquer pessoa com certa experiência pode operar no mercado de opções. Elas são negociadas na Bolsa (Bovespa e BM&F), por meio de uma corretora.

Você pode investir tanto na alta quanto na baixa tendência de mercado. O que é uma vantagem em relação a outros investimentos. Os custos também são menores, além de ter mais clareza dos resultados, com operações estruturadas e bem pensadas.

Como fazer

As opções são feitas por meio do Home Broker (Ferramenta responsável pela comunicação entre o cliente, a corretora e a Bolsa de Valores), como se faz a consulta de qualquer ativo, com conhecimento sobre a sua nomenclatura, que o próprio Home Broker oferta.

Riscos

São mínimos, se você é o titular, já que o máximo da sua perda será o Prêmio. Já o lançador, pode perder mais. Porém, dá para lucrar. Na pior das hipóteses, pode recomprar a opção de compra por um prêmio mais baixo do que o valor que recebeu quando vendeu, ou esperar o contrato vencer e ter o prêmio sem prejuízo.

O maior risco nas opções, é a volatilidade do mercado. Além da liquidez, que é a facilidade de resgatar dinheiro aplicado. Por ex. você comprou um contrato de uma opção com baixa liquidez, mas, pode ser obrigado a vender com preço abaixo do mercado, o que te dará menos lucro.

Custos

Além da taxa de corretagem, cobrada pela corretora de valores, tem a taxa de custódia pelo serviço de guarda da aplicação, que variam. Nas operações incidem emolumentos (as taxas cobradas pela Bolsa para cada operação de compra e venda de ativos).

Elas também têm incidência de Imposto de Renda (IR) de 15% sobre o rendimento líquido e de 20% para operações de “day trade”, quando compra e venda acontecem no mesmo dia.

Há muitas possibilidades no mercado de opções, com muitas estratégias a serem aplicadas. O ideal é estudar para entender a fundo como funciona ou ter uma mesa proprietária para te auxiliar. Assim, como no caso da Atom, você opera o dinheiro da empresa e não o seu, ou seja, risco zero!

Quer aprender estratégias no mercado de opções, acesse nosso canal no youtube hoje às 19h e assista o Joaquim Paiffer! Ele vai te dar detalhes de como ganhar dinheiro no mercado de opções!!!

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores! Conheça o Mercado de Opções

Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores! Conheça o Mercado de Opções

Parte 1

Ao início: Mercado de opções é, literalmente, aonde se negociam OPÇÕES.

É um contrato de direito sobre determinado ativo (ações). As opções são um tipo de derivativo (contrato mútuo) que dá o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender um ativo em uma determinada data a um preço fixo ou preço de exercício (strike price).

O valor do contrato negociado entre as partes – titular e lançador –  é o Prêmio. Este é o valor pago pelo comprador (titular) da opção para ter direito de comprar (opção de compra ou call) ou vender (opção de venda ou put) determinada quantidade de ações ao preço de exercício estipulado em contrato (o strike price) até o vencimento da opção. Mas, quem vende ou compra, na prática, é o lançador.

Então: uma opção dá ao titular o direito de comprar ou vender um determinado ativo por um valor determinado, enquanto o lançador (que recebeu o prêmio) é obrigado a concluir a transação de compra ou venda.

Por exemplo, hoje, as opções das ações da Vale renderam 75%. Em outro dia renderam 53%. Se você tivesse um acordo de compra ou venda, poderia lucrar em cima desta valorização. Amanhã, o Joaquim Paiffer, vai te explicar como você poderia ganhar dinheiro com esse exemplo da Vale dentro do mercado de opções, além de te dar dicas de como você pode participar desse mercado que é altamente lucrativo e arriscado. Porém, com a Atom você não usará seu dinheiro, ou seja, zero risco para você!

Um exemplo prático para você entender o processo:

Você (lançador) comprou um imóvel (ativo) que custa R$300 mil, porque acha que ele vai valorizar. Sua tia (titular) achou o negócio bom e também acha que o imóvel vai valorizar, mas não tem dinheiro para comprar no bairro.

Ambos fazem um acordo de opção de compra (call) de R$20 mil (prêmio) para que ela tenha o direito de comprar a casa daqui a 1 ano (período do contrato) por R$ 330 mil (Strike), porque ela acha que a casa vai chegar a R$ 400 mil.

Se a casa valorizar mesmo e chegar a R$ 400 mil, a sua tia vai ganhar R$ 50 mil. Mas, se por acaso, a casa desvalorizar, ela tem o direito de não comprar e perder apenas os R$ 20 mil. Mas você, não perde nada. Entendeu?

Outro exemplo:

Na opção de venda ou put, como descrito acima. Você agora é o titular. Comprou uma casa por R$ 300 mil, mas percebe que pode desvalorizar. Então você paga R$ 20 mil para sua tia (lançadora) para ela ter a opção de vender a casa por R$ 300 mil em até 1 ano.

Então, sua tia vai ter a obrigação de comprar a casa por R$ 300 mil se você quiser vender.

A casa então desvaloriza. Você executa o contrato e vende a casa por R$ 300 mil, pois foi o preço estipulado do início do contrato. Seu prejuízo será de R$ 20 mil (prêmio).

Se tivesse valorizado a R$ 330 mil, você não venderia e ainda ganharia R$ 10 mil.

Esse tipo de negociação é usado como uma forma de proteção para suas ações contra possíveis perdas devido aos riscos de operar na bolsa.

Então, para quem quer se jogar nesse mercado, o ideal é ter um pouco de conhecimento. Os ganhos podem ser altos. É interessante, porque você não fica tão à mercê da volatilidade. Se tiver uma boa estratégia e experiência dá para fazer um bom dinheiro!! E com a ajuda da Atom ainda mais!! Já que você não perde o seu!

Amanhã, fique ligado no canal do youtube e também no Blog da Atom S/A. O Joaquim te dará exemplos práticos de como operar no mercado de opções. Além disso, mais conteúdo no Blog para complementar o assunto. Assim, você vai ter o passo a passo para poder ganhar dinheiro na Bolsa de Valores.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Em quanto tempo posso virar um Trader?

Em quanto tempo posso virar um Trader?

O tempo é algo relativo para se tornar um Trader, ganhar dinheiro para complementar a renda ou viver de Trader.

Como assim? Existem muitos métodos por aí que dizem que em 1 mês você consegue ser um Trader. Será mesmo?

Vou poder trabalhar menos, ficar mais com a minha família, viajar mais, fazer tudooo o que gosto, com dinheiro no bolso? Então…não existe fórmula mágica, já falamos disso aqui. Você pode ter tudo isso, mas talvez leve um tempo, de acordo com o método que escolheu e sua dedicação para tal.

Quanto tempo você levou para aprender algo, como andar de bicicleta, uma equação matemática, ou algum esporte? Em todos os casos, independente de qual é o seu, levou o tempo que você se dedicou para aprender aquilo.

No Trader, é a mesma coisa. Pode não entender nada de mercado financeiro ou bolsa de valores e muito menos de comprar e vender ações. Mas, com o método adequado – que são poucos – você aprenderá, se houver dedicação.

Na prática, existem fatores decisivos para se tornar um Trader, e um bom Trader.

-Você precisará de conhecimento sobre o assunto;

– Treino em um simulador para não arriscar seu dinheiro;

– Saber aplicar gestão de risco e estratégias;

– Além de alguma experiência, para saber lidar com o emocional – já que a profissão demanda muito.

 Onde aprender?

Existem cursos realmente sérios e eficientes (como o da Atom S/A), em que especialistas lhe ensinarão a parte técnica de ser um Trader e o que você precisa saber para operar. Além disso, disponibilizarão um simulador (o primeiro do Brasil), que realmente te dá um parâmetro real de como é operar a Bolsa de Valores – mas, sem o dinheiro de verdade.

Mas, em quanto tempo consigo ter esse conhecimento?

O tempo vai depender restritamente de você. A partir do momento em que você adquire um curso, fica livre para aprender todos os dias. Então, trace uma meta. Treine todos os dias, para que suas dúvidas sejam sanadas com mais rapidez e assim, automaticamente, terá mais conhecimento para operar de verdade no mercado.

Ao mesmo tempo em que estuda como operar na bolsa de valores, sabendo de análise técnica e indicadores, somente isso não basta. Esteja atento ao mercado.

Como? Leia os portais de conteúdo sobre economia, mercado, bolsa de valores. E se aprofunde no tema.

Para que? O mercado muda muito e é afetado diretamente pela economia e notícias em gerais. Estar ligado ao que acontece é um fator importante para operar. Saber somente de gráficos não vai te fazer um Trader excelente, mas somente um TRader. Saber dos reais fundamentos do mercado e o que provoca seus deslocamentos de preço é que farão a diferença.

Entenda o que movimenta os preços. O que na verdade é feito pelas ações de compra e venda.

Por isso, entenda o Tape Reading. Técnica de leitura de mercado que permite ao Trader enxergar o mercado da forma correta e ter um posicionamento melhor.

Como falei acima, desenvolva suas habilidades para controlar o emocional.

No momento que ainda estiver treinando, leve em consideração uma gestão de risco adequada e uma estratégia premeditada para que as oscilações do mercado não lhe causem tantos danos. Assim, quando estiver de verdade no mercado, estará preparado para isso e a parte emocional não te afetará tanto.

Ter disciplina, e realmente entender o que se passa na sua frente, na tela do computador, para saber a hora de parar e continuar.

Então, o tempo certo, pode variar muito. Pode dar certo em 3, 6 meses ou até depois de 1 ano.

Mas, o melhor é ter a certeza de que está preparado para o mercado e ter apoio de uma instituição séria, do que tentar a sorte por conta e se dar mal. Por que, se você não tiver o preparo necessário e tentar operar sozinho, as chances de dar errado são enormes!

Dedique-se e conquiste. Só assim é que se consegue algo consistente. Não há atalhos. Depende apenas de você conquistar o seu sonho de fazer o que quiser!

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

 

 

O caminho mais rápido para você ganhar dinheiro operando na bolsa de valores

Você sabe qual é o principal erro que, em geral, as pessoas cometem quando pensam em investir na bolsa de valores? É que elas acreditam que isso só é possível se tiver um profundo conhecimento do mercado econômico como um todo. Mas, não é bem assim que as coisas funcionam.
Pode deixar que eu vou te explicar melhor, ok.
Na Bolsa de Valores, em linhas gerais, existem dois modos principais de ganhar dinheiro: com operações de longo prazo, as chamadas Position Trade e com operações de curto prazo, sendo suas principais modalidades o Swing Trade e o Day Trade.
Para melhor entender, vou explicar primeiro como são as operações Position Trade. Nela, a pessoa compra uma determinada quantidade de ações e, assim, passa a ser sócia de uma pequena parte de uma grande empresa. Daí ela aguarda, acreditando que essas ações vão valorizar ao longo do tempo, para ganhar com essa valorização e gerar rendimentos.
Só que neste caso, para comprar as ações pensando em um Position Trade, a pessoa precisa, de fato, fazer antes uma profunda análise do mercado e da empresa, e também uma análise fundamentalista, que avalia o balanço e o potencial, faz estudos macroeconômicos e verifica também uma série de outros fatores que vão influenciar nas ações que você comprou.
A questão é que, mesmo fazendo essa análise complexa, o mercado muda o tempo todo. Nessa, você pode ter um prejuízo por alguma alteração na empresa, no mercado, na economia e em diversos outros fatores que estão fora do seu alcance. E, aquela ação que você esperava que fosse valorizar, pode sim desvalorizar.
Já nas operações de curto prazo você pode usar as oscilações do mercado a seu favor, para comprar mais barato e vender mais caro, e em curto espaço de tempo, e ganhando muito dinheiro. Simples assim!
No Swing Trade você compra as ações em um dia e vende em questão de poucos dias. A base dessas operações é identificar tendências de mercado pontuais.
Vou te dar um exemplo para melhorar o seu entendimento, ok. Pensa em uma pessoa que comprou vários ingressos de um show no primeiro lote, identificando que logo o ingresso ficaria mais caro, e quando virou para o segundo lote, ele vendeu o seu ingresso obtendo lucro. É isso que um Swing Trade faz na bolsa de valores, compra e vende ações em um curto espaço de dias.
Diferente do que acontece no Day Trade, porque neste modo de operação você vai comprar e vender no mesmo dia. E não precisa fazer aquelas análises complexas, porque o que importa são os valores de compra e de venda no mesmo dia.
Eu costume dizer que Day Traders, como eu, conseguem dormir a noite, porque compramos e vendemos no mesmo dia e não ficamos sujeitos a mudanças que possam acontecer após o fechamento do mercado.
Assim, nós Day Trade, não precisamos nos preocupar em como estará o dólar daqui a seis meses, um ano, ou com a mudança de diretores de empresa que comprou ações, nem nada disso. Para um Day Trade o que importante é o valor que vendemos e compramos, e o quanto lucramos. E o melhor de tudo é que o ganho é diário.
E os benefícios não param por aí. Para você operar com ações de curto prazo, você pode se dedicar de uma a duas horas por dia. Porque você faz a sua operação, bate a sua meta, já ganha o seu dinheiro e depois consegue trabalhar em outras áreas, viajar, ficar com a família e fazer o que você quiser.
Sem falar que você faz o seu horário, é seu próprio chefe e pode operar de qualquer lugar do mundo. Quem não opera está deixando o dinheiro na mesa, pois as oportunidades estão lá, acontecendo a todo momento. Só basta você decidir estar lá, lucrando com isso, ou não.
Se você decidir pelo sim, você vai precisar ficar atento em dar apenas dois comandos, de compra e venda. Mas, como saber em qual momento comprar e em qual momento vender?
Não é um jogo, não é sorte ou azar. É questão de técnica. E você também pode aprender essa técnica por meio da Atom, que sabe exatamente o que dá resultado e, inclusive, já ensinou milhares de pessoas a também ganharem dinheiro com esse método. Não perca tempo e faça parte da nossa equipe. O momento é agora!
Acompanhe a semana do Zero a Trader! Aprenda em https://semanadozeroatrader.com.br/inscricao

Sobre a Atom
A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.
As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.
Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.
Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

Quer falar como um Trader e entender o que acontece? Este é seu post!

Algumas palavras para você ficar inteirado no mundo Trader!

AÇÕES ORDINÁRIAS – Dão direito de voto aos seus acionistas e também oferecerem dividendos. Geralmente estão concentradas, em grande parte, nas mãos dos proprietários da empresa.

AÇÕES PREFERENCIAIS – Dão preferência aos portadores para receberem dividendos ou boa parte de seus investimentos em caso de falência da empresa. Seus acionistas não dispõem do direito de voto nas reuniões da empresa.

ADRs – Significa American Depositary Receipts. São recibos de ações que servem para que empresas sediadas em outros países possam negociar seus papeis no mercado norte-americano.

AFTER MARKET – É a sessão do pregão eletrônico que ocorre após o fechamento do pregão regular. Pode variar de acordo com o pregão principal. A data de liquidação dos negócios segue a mesma do pregão principal, porém a oscilação de preço nos negócios não pode ultrapassar 2% para mais ou para menos do valor de fechamento do papel ao fim do pregão regular.

ALAVANCAGEM – É quando o acionista utiliza capital extra, de terceiros, para aumentar as proporções de lucro, consequentemente também o risco da operação.

ANBID – Sigla de Associação Nacional dos Bancos de Investimentos. Instituições financeiras que participam do mercado de valores mobiliários no Brasil. Sua principal atuação é no mercado de fundos de investimentos, agindo como órgão regulador.

ATIVO ou ASSET– São bens pertencentes a uma empresa ou pessoa, que gerem renda passiva, como imóveis, dinheiro aplicado, ações, entre outros.

BEAR MARKET – Mercado baixista (mercado de urso).  Maior força de venda que de compra.

BEARISH / BEAR / URSO: Comportamento agressivo do gráfico de cima para baixo, descendo, imitando patadas de urso (uma descida grande e uma subida leve).

BETA – É um coeficiente de volatilidade de uma ação, que compara o preço ao Índice Bovespa, usado como ponto de referência para o mercado brasileiro, com beta igual a 1 (um).

BLUE CHIP – Grupo das ações mais líquidas, seguras, e potencialmente lucrativas negociadas na Bolsa de Valores.

BOOM – Aumento acentuado das cotações e dos volumes operados em determinado mercado.

BULL MARKET – Mercado altista (mercado de touro). Maior força de compra que de venda.

BULLISH / BULL / TOURO: Comportamento agressivo do gráfico de baixo para cima, subindo, imitando uma chifrada de touro (uma subida grande e uma descida curta).

BUY WALL / SELL WALL: Uma ou várias ordens no book com mesmo preço, formando uma “parede” no market depth.

CALL – “Opção de compra” de uma ação, no mercado de opções.

CARTEIRA – É o conjunto de ativos que um investidor possui em seu poder em determinado momento.

CASH-YIELD – É um índice de retorno anual do pagamento de dividendos em relação ao preço da ação da companhia.

COMMODITIES – Significa mercadoria. É utilizada para indicar um tipo de produto, como café, algodão, soja, cobre, petróleo. Existem bolsas de valores específicas para negociar commodities, como a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros).

COPOM – Sigla de Comitê de Política Monetária do Banco Central. É o encarregado de formular a política monetária do país. Estabelece diretrizes de política monetária e define a meta da taxa de juros primária (SELIC) que remunera os títulos da dívida pública federal.

CUSTÓDIA – É o local onde os títulos e as ações são registradas em nome de quem os comprou, garantido a sua propriedade.

CVM – Sigla de Comissão de Valores Mobiliários. É uma autarquia federal responsável por regular e fiscalizar o mercado de valores mobiliários no Brasil.

DAY TRADE: Trader que faz movimentos rápidos, comprando e vendendo no mesmo dia.

DEBÊNTURES – São títulos de crédito, semelhantes aos títulos emitidos pelo governo, só que com a diferença de que são emitidos por empresas.

DERIVATIVOS – Ativos mobiliários que derivam de outro ativo, ou seja, estão amarrados a eles.

DESCOBERTO – Expressão usada com o termo venda, que representa estratégia de investimento, em que o investidor vende um papel de que não dispõe na carteira, comprometendo-se a comprá-lo posteriormente, apostando na queda do mercado.

DESPEJAR: Ato de vender uma grande quantidade da moeda enquanto ela está subindo, causando um DUMP

DIVIDENDOS – Bonificações pagas periodicamente ao investidor que mantém papeis da empresa pagadora em sua carteira de investimentos.

DUMP: É o contrário do pump, quando o preço do ativo cai muito repentinamente.

ESPECULAÇÃO – Operação comercial em que o negociador aceita assumir um risco considerável com o intuito de obter lucro.

FED – Sigla de Federal Reserv Bank, o Banco Central Americano.

FEES: Taxas.

FIBONACCI – Os números de Fibonacci são uma importante ferramenta para análise da duração de um movimento gráfico.

FIEX – Sigla de Fundo de Investimentos no Exterior, que é um fundo de investimento doméstico, porém que aplica no mínimo 80% de seus recursos em títulos da dívida externa brasileira.

FOMO: Fear Of Missing Out. Medo de ficar de fora de alguma alta. Isso gera mais interesse na moeda, fazendo ela subir muito mais.

FUD: Fear, Uncertainty and Doubt (MEDO, INCERTEZA, DÚVIDA). Efeito que gera muito panic sell.

FUNDO DE INVESTIMENTO – Comunidade aberta de pessoas com o objetivo em comum de aplicar seu capital, seguindo regras próprias e pré-estabelecidas, e que se unem com propósito de obterem vantagens no mercado.

HEDGE – Corresponde a uma estratégia do mercado financeiro, que pode ser realizada de diversas maneiras, em que o investidor busca diminuir o nível de risco de uma determinada posição.

HOLD: Segurar o ativo, pensando na sua valorização.

HOLDER: É a pessoa que faz hold e se aproveita das ondas (swings) do mercado.

HOME BROKER – Painel de operações que interliga o investidor a sua Corretora, permitindo que execute ordens de forma independente.

HOT MONEY – É o capital originário de investidores estrangeiros, cujo destino são as aplicações no mercado financeiro nacional.

IBOVESPA – Índice da Bolsa de Valores de São Paulo. Mede a lucratividade de uma carteira hipotética com as ações mais negociadas, seguras e rentáveis para investimento no momento. Cada ação integrante recebe um peso, em pontos, que varia de acordo com sua liquidez.

IBOVESPA FUTURO – Contrato da BM&F em que o investidor compra ou vende a pontuação do Índice Bovespa à vista numa data futura.

IBX – Índice Brasil. Mede o retorno de uma carteira hipotética composta por 100 ações selecionadas entre as mais negociadas na Ibovespa, em termos de número de negócios e volume financeiro.

ICO: Initial Coin Offering. É como uma pré-venda de alguma altcoin/token. Você compra antes de lançarem para ajudar os DEVs com capital, apostando que após o lançamento ela valha mais do que você pagou na pré-venda.

IGP-M – Índice Geral de Preços do Mercado. Mede a variação de preços no mercado de atacado, de consumo e construção civil. O IGPM considera todos os produtos disponíveis no mercado, inclusive o que é importado.

INDICADOR – Por indicador entende-se qualquer ferramenta de análise gráfica que possa oferecer indicações úteis para a identificação das tendências dos preços de um ativo.

IPC – Índice de Preço ao Consumidor. Mede a variação dos preços de uma cesta de consumo média de uma determinada população.

IPO – Initial Public Offering. Termo utilizado para representar a entrada de uma empresa no mercado de valores mobiliários.

LENDING: Deixar seus ativos emprestados, rendendo uma porcentagem de juros ao dia.

LIQUIDEZ – Grau de facilidade com que se consegue transformar um ativo (ações. Imóveis etc.) em dinheiro vivo.

LONG: Apostar na alta de uma moeda.

LOTE – Representa uma quantidade padronizada de ativos financeiros, a fim de arredondar as quantias de papéis negociados.

MARGEM – É uma garantia, em dinheiro ou ativos do mercado financeiro, que tem por finalidade arredondar as quantias de papeis negociados.

MARGIN TRAGING: Trabalhar com alavancagem. Algumas exchanges “emprestam” uma quantidade maior de ativos para o trade do usuário.

MEGA BOLSA – Sistema de negociação na Bovespa que engloba o Pregão Viva Voz e o Pregão Eletrônico. Pelos terminais eletrônicos do Mega Bolsa, as Corretoras podem enviar suas ordens de compra ou venda diretamente de seus escritórios, em qualquer parte do território nacional.

MERCADO A TERMO – Mercado onde se determina quantidade, preço e data da liquidação de uma operação, que geralmente é de 30, 60 ou 90 dias depois de executado o negócio.

MERCADO À VISTA – Negócio com ativos, títulos e valores mobiliários que se liquida à vista.

MESA DE OPERAÇÕES – Local físico, instalado nas Corretoras de Valores, responsável pelo envio de ordens ao pregão da Bolsa de Valores.

OPÇÃO DE AÇÃO – Direito de compra ou venda de determinado papel, em data futura, por preço pré-estabelecido, em que o investidor paga um valor chamado de prêmio para ter esse direito.

ORDEM – É um pedido de compra ou venda de um papel no mercado financeiro, enviado para o investidor pela sua Corretora de Valores.

ORDER MAKER: Tipo de ordem de venda ou compra que aguarda o preço atingir o valor desejado. Essas ordens entram no book e custam menos fees.

ORDER TAKER: Uma ordem que “toma” a vez das outras que estão no livro. É executada imediatamente por já ter alguma ordem vendendo mais barato que você quer comprar, ou comprando mais caro do que você quer vender.

PANIC SELL: Todos assustados com a queda de preço vendem ainda mais desesperados para sair antes que caia mais. E isso faz cair mais ainda.

POP – Programa de Investimento com Participação, é um produto do mercado de renda variável, cujo o objetivo é reduzir os riscos durante o investimento em ações.

PREGÃO – Representa uma seção, em que são realizados negócios nas bolsas de valores.

PREGÃO ELETRÔNICO – É o sistema eletrônico de negociação por meio de terminais, que permite a realização de negócios nos mercados à vista, a termo e de opções, com papeis e horários definidos pela Bovespa.

PROFIT: Lucros obtidos.

PUMP: Quando um ativo tem uma alta repentinamente.

RENTABILIDADE – Taxa de retorno de um investimento, expresso em termos percentuais.

RESGATE – Equivale ao saque bancário em que o investidor faz a retirada do total ou parte dos recursos investidos na aplicação.

RESISTÊNCIA – Corresponde ao nível de preços em que se acredita que haverá dificuldade em dar continuidade ao aumento dos preços devido a proximidade de um forte ponto de vendas.

RISCO BRASIL – Índice criado para representar o grau de risco de se investir no país em determinado momento. Age como um termômetro indicador da confiança do mercado em relação à economia do país.

SELIC – Sistema Especial de Liquidação e Custódia. Serve como referência para muitas taxas de juros adotados no pais. A taxa Selic representa a média de juros pagos pelo governo as instituições que lhe emprestam capital, como os bancos, por exemplo, por meio da compra desses títulos.

SHORT: Apostar na queda de uma moeda.

SPREAD: Diferença entre o preço de compra e o preço de venda no livro de ordens (pode ser visualizado como um gap entre o verde e o vermelho no market depth).

STOP LIMIT / STOP: Tipo de ordem de compra ou venda que é “ativada” após o gráfico atingir um valor determinado.

SUPORTE – Corresponde ao nível de preços em que se acredita que haverá dificuldade em dar continuidade a queda dos preços, devido a proximidade de um forte ponto de compras.

SWING TRADER: Opera menos vezes. A grosso modo, os swing traders seguram o ativo em sua carteira de investimento por alguns dias ou algumas semanas.

TIMING – Termo para se referir ao melhor momento para comprar ou vender. O investidor busca “acertar o timing”, o tempo do mercado.

TR – Taxa Referencial de Juros. Representa a média mensal dos juros pagos pela capitação de depósitos a prazo (CDBs e RDBs) das 30 maiores instituições financeiras do país.

TRADE / TRADING: Comércio. Comprar e vender.

TRADERS – Aqueles que realizam negócios entre si.

VALOR DE MERCADO – É o valor que um proprietário receberia por um ativo, se desejasse vendê-lo de imediato.

VENCIMENTO – Data que ocorre a liquidação dos contratos no mercado de opções de ações.

VOLATILIDADE – Indica o grau médio de variação dos preços de um ativo num determinado período. Alta volatilidade significa que o valor da cota apresenta forte oscilação.

VOLUME – É a quantidade de dinheiro envolvida na negociação de um determinado papel.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/

 

Os primeiros passos para investir na Bolsa de Valores!

Os fundadores da Atom S/A, Carol e Joaquim Paiffer ensinam a melhor e mais segura maneira de começar!

Primeiro – não faça sozinho!!

Se não entende nada de mercado financeiro, primeiro, estude. A maioria das pessoas perde no mercado financeiro por falta de conhecimento. Uma das melhores escolhas é estudar em uma instituição séria e qualificada para tal, como a Universidade Atom, por exemplo. O estudo é a melhor opção, pois além de aprender poderá operar o dinheiro da Mesa Proprietária, a Atom, sem risco para ele. Aprenda com quem sempre está no mercado há muito tempo e vive disso.

Como escolher uma instituição?

Muitos abrem uma conta em uma corretora para aprender. Segundo Carol, colocar dinheiro em uma corretora para aprender, é investir para perder. Antes de se preocupar em abrir uma conta em uma corretora, treine. Utilize os simuladores disponíveis no mercado, assim como da Universidade Atom. Assim você estará apto a operar dinheiro de verdade no momento certo. A consistência vai te poupar muito dinheiro.

Entenda qual o seu perfil

O seu perfil de investidor precisa combinar com os objetivos. O Mercado de ações, com exceção do Day Trade, é feito a longo prazo. Se a necessidade for de dinheiro a curto prazo, a Bolsa de Valores é um local volátil e é necessário ter conhecimento para isso. Você realmente pode perder dinheiro. E os investimentos com menos risco, não estão rendendo hoje, devido a baixa da Selic – 5,5%.

Com quanto posso começar a investir? Preciso de muito dinheiro?

Pouco. Não precisa de muito. Para investir em ações, pode começar com as de longo prazo, com investimento inicial de R$ 100 por mês. Agora, operações como Day Trade exigem mais capital, por isso é mais seguro usar o capital de terceiros. Operando um volume alto e ganhando 80% dos lucros.

Você pagará impostos!!

Toda vez que investir dinheiro se informe sobre os impostos que terá que pagar sobre ele, caso contrário, vai parecer que está rendendo, mas quando for retirar, a surpresa será desagradável.

Mas, quais ações comprar?

As melhores para comprar são as que estão mais baratas e que tem um potencial grande de crescimento. Não confunda o preço das ações, como barato ou caro. A referência é se ela já valorizou ou não no mercado. Um dos maiores erros dos investidores iniciantes é que eles compram as ações quando a Bolsa bate recorde, quando já subiu demais. O momento ideal para escolher as ações é justamente quando teve uma realização, uma queda. Seja paciente, através de análises e relatórios escolha as ações que são melhores para comprar! Além disso, diversifique sempre, ou comprando fundos de investimentos de ações, ou comprando os ETF’s que são fundos de índices. Você pode comprar o BOVA11, que são as maiores empresas da bolsa, ou o SMAL11 que são as small caps (empresas de menor capitalização) da bolsa.

Como saber qual o momento certo?

O melhor momento é onde custa mais barato. Todas as oportunidades são em relação a estar bem posicionado. Isso não só em ações, mas como no mercado imobiliário, ou como comprar ingressos de um show: comprar barato e que não teve valorização ainda.

Como não perder dinheiro?

Fazendo gestão de risco! Toda estratégia deve ter um objetivo de ganho e um limite de perda. Assim, mesmo que você perca dinheiro, será pouco e você continuará no jogo!

Quanto posso ganhar?

O céu é o limite! As ações podem valorizar muito em um curto espaço de tempo.  Por exemplo, as ações da ATOM, em um único dia, chegaram a subir 40%. Tudo depende de notícias, dados, acontecimentos. Conheço pessoas comuns que se tornaram milionárias.

Se estudar suficiente posso fazer sem a corretora?

Não. A corretora é uma intermediadora, todo mundo que deseja operar na Bolsa de Valores, precisa fazer por meio de uma. Mas, o risco será seu. Diferente de uma educadora, como a Universidade Atom, que dá a possibilidade de operar sem perder seu dinheiro!

 

Mantenha-se informado!

O mercado de ações é volátil e há necessidade de ser acompanhado. Uma empresa pública na qual você comprou ações e se tornou “sócia”, pode ser privatizada ou sofrer intervenções. Além de outras variáveis como escândalos, fusões, balanços ruins, acidentes graves, até mesmo mudanças na legislação, entre outros.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/.

Ser um Trader: Stop Loss – Como não perder dinheiro!

O Stop Loss é a perda máxima que você suporta ou admite em uma determinada operação de um ativo. Os Traders mais experientes aprendem a calcular o risco e se disciplinam para isso, mas os iniciantes ou desavisados não.

O que acontece: Se perde muito!! Isso é mais recorrente do que deveria ser. Atinge vários Traders que estão iniciando no mercado financeiro e não sabe dosar a volatilidade.

Esse Trader sem preparo, acha que sabe operar, pega o dinheiro que ele guardou e coloca dentro de uma corretora. Quando ele perde, tenta recuperar. Então ele pega o resto do dinheiro e manda para corretora e perde mais, trazendo mais resultados ruins.

Joaquim Paiffer, fundador da Atom S/A que esteve praticando Snowboard no Uchuia (Argentina), no início de setembro – VIDA DE TRADER J-, conta que conheceu uma mulher que se machucou praticando a atividade e lembrou dos Traders que perdem muito por não planejar e avaliar riscos. “Esta mulher caiu na minha frente, fui ajudá-la e então ela me contou que havia feito uma aula, apenas uma, e decidiu descer a parte mais alta da montanha, a mais perigosa!!!  Ou seja, sem ter experiência, se empolgou, e acabou se machucando. Essa história é muito parecida com o que acontece com os Traders no início. Muitos nem fazem aula, assistem um vídeo aqui pela internet, um vídeo ali, um pedaço de aula, veem como alguns operam mais ou menos, sem profundidade ou treino, só imitam. Mas, não estão preparados psicologicamente para aguentar a volatilidade, e um monte de coisa que aquele que tem conhecimento mais profundo aguenta, e ai ele acaba fazendo besteira”, explica.

Qual a lição?

As perdas ocorrem principalmente pela imprudência. Tem muitos casos, e não poucos, de quem perde todo o seu patrimônio, perde tudo que a família tem, prejudicando não só a ele, por não fazer do jeito correto. Tem um passo a passo, o jeito certo de fazer para sobreviver no mercado.

Para quem está começando, tenha como referência história dos Traders que são bilionários, não os milionários, bilionários.  Por exemplo: André Esteves, começou a carreira como Trader de Renda Fixa e é um sucesso; Eric Hime, teve o maior bônus da história do Banco Garantia; Roger Xavier, gestor da SPX , teve um dos maiores resultados dentro de um banco pequeno, o BBN – transformou 10 milhões em 2 bilhões – um mito.

Todos eles se desenvolveram tão bem porque estiveram dentro de uma instituição.  Pois, assim, foram auxiliados a controlar uma série de riscos e não expor o seu patrimônio.

Por isso a Atom S/A foi criada, para proteger o dinheiro de quem opera. Vamos a uma constatação: se você não é capaz de operar o dinheiro de uma Mesa Proprietária, como a Atom S/A, não será capaz de operar o seu dinheiro. Estar amparado, faz uma diferença grande na vida de qualquer um que deseja ser um Trader de sucesso.

Quero ser um Trader de sucesso e não perder tudo o que tenho!

Então, você precisa separar uma parte do seu patrimônio e ter um controle de risco e um mindset (mentalidade) muito forte para superar. Você vai errar uma vez ou outra, vai escorregar. A diferença entre escorregar, seguir em frente, evoluir, buscar resultados melhores e escorrer e afundar, está basicamente em ter um mindset forte e um controle de risco igual – cobrar satisfação de você mesmo.

Se você não se cobra, dificilmente será um Trader de sucesso, ou conseguirá dar certo sozinho. É muito difícil ser um Trader autônomo, pois precisa assumir certas responsabilidades e, claro, gerenciar os riscos e o seu patrimônio.

Então, para dar certo, a primeira coisa que precisa fazer é gerenciar o planejamento do seu patrimônio: o quanto vai se expor ao mercado financeiro e quais os riscos que corre para não fazer besteira. De novo: lembre dos bilionários que citei acima: só conseguiram se desenvolver neste nível, porque estavam dentro de uma instituição.

“Só me desenvolvi com bons resultados sozinho, por um único fator: porque também faço a gestão de recursos de terceiros. Essa responsabilidade criou mais diligência em mim, com resultados mais consistentes. Se você não possui essa autocobrança de cuidar do seu patrimônio, não vai conseguir se desenvolver”, explica Paiffer, fundador da Atom S/A.

A regra número um para dar certo como Trader – o que faz lembrar uma das frases de Warren Buffet: “Para se dar bem no mercado financeiro há duas regras: a primeira é nunca perder dinheiro, a segunda é nunca esquecer da primeira”, ou seja, se você não tem controle de risco, o que não é fácil fazer, em um dia ruim, poderá acabar perdendo ou entregando tudo o que tem, por não ter a disciplina para fazer do jeito correto.

E o mais importante: Se quer ser um Trader melhor, não tenha foco só na estratégia, na verdade ela não é o principal. O mais importante e primordial é ter essa diligência, esse controle de risco para se manter vivo no mercado. A estratégia, você usará um monte e acabará criando a sua, percebendo o que dá certo para você, como se sente bem, dentro dos seus limites, e se desenvolver com o tempo.

Mas, a diligência para construir um sistema de risco e respeitá-lo é a única coisa que vai fazer você se manter vivo no mercado. É a única coisa que vai fazer você se sentir bem quando tiver uma perda. Porque está planejado. É o que vai fazer a grande diferença para se tornar um Trader de verdade.

Sobre a Atom

A Atom S/A foi fundada por Joaquim Paiffer e Carol Paiffer com o intuito de financiar Traders para operarem no mercado financeiro. Hoje é a maior empresa da América Latina e já financiou mais de 2.000 (dois mil) Traders em todo Brasil.

As principais vantagens de ser um Trader Atom é contar com alta alavancagem para turbinar seus ganhos, ter um sistema de risco que limita as perdas, suporte e assessoria para você evoluir e principalmente, não correr riscos com seu capital.

Para fazer parte da equipe é simples, você escolhe o ativo e o capital que deseja operar, faz uma avaliação e após ser aprovado, já está habilitado para operar o capital da empresa sem riscos para você.

Saiba mais. Acesse https://atomeducacional.com.br/. Estamos na Semana Você Trader! Os cursos estão com 70% de desconto! Aproveite.